15 de jul de 2010

Piadas

No deserto
Três homens a beira da morte perdidos no meio de um deserto se deparam com um enorme castelo.
Depois de verem que não era miragem eles resolvem ir ate lá. Chegando perto perceberam que não é um castelo e sim um convento. Batem na porta, certos de estarem salvos. Uma pequena janela abre-se no meio da porta e uma freira aparece:
- Que é que os senhores querem? Aqui é um convento só de freiras e não é permitida a entrada de homens!
- Mas freira, nos estamos a beira da morte perdidos no deserto sem água nem mantimentos. Se a senhora não nos deixar entrar é morte certa. Nós também somos filhos de Deus.
- A freira pensou e disse: - Aguarde um pouco que vou falar com a Madre Superiora. Depois de alguns minutos a freira volta.
- A Madre permitiu que vocês entrem e fiquem ate se recuperarem. Mas tem uma condição: antes de entrar tem que cortar o pinto.
- Foi aquele susto. Mas era morrer ou ficar sem pinto. Resolveram entrar. A freira então chamou o prim
eiro e levou pra dentro. Alguns minutos depois ouve-se um grito alto e prolongado: - AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIII!!!
A freira volta e chama o segundo. Alguns minutos depois ouve-se um grito alto mas desta vez bem curto:
- AI!!! Quando a freira volta, o terceiro cara pede explicação sobre os gritos. A freira explica:
- É que o pinto esta sendo cortado de acordo com a profissão de cada um. O primeiro é torneiro mecânico, o pinto foi cortado aos poucos, arrodeando com a faca. O segundo é açogueiro, o pinto foi cortado com um golpe rápido. Nisso o cara começa a rir sem parar, chegando até a rolar no chão. Ai a freira pergunta:
- Enlouqueceu meu senhor? Estais ai a beira da morte, prestes a ter o pinto cortado e ainda fica rindo desse jeito? ao que o cara responde:
- É que sou vendedor de picolé!! Vocês vão ter que chupar até ele desaparecer! uhauau



A cabaninha
Um padre e uma freira estavam viajando de volta para o convento. Ao cair da noite, os dois avistaram uma cabaninha no meio do caminho e decidiram entrar para passar a noite, prosseguindo viagem no dia seguinte. Ao entrar na cabaninha, viram que havia apenas uma cama de casal.O padre e a freira se olharam e depois de alguns segundos de silêncio o padre falou:
- Irmã, você pode dormir na cama que eu durmo aqui no chão.
E assim fizeram. No entanto no meio da madrugada a irmã acordou o padre dizendo:
- Padre! O senhor está acordado? (O padre bêbado de sono)
- Hein?! Ah, irmã, o que foi?
- Ah... É que eu estou com frio. O senhor pode pegar o cobertor para mim?
- Sim, irmã, pois não!
O padre então se levantou, pegou o cobertor no armário e cobriu a irmã com muita ternura.Uma hora depois a irmã acorda o padre de novo dizendo:
- Padre! O senhor ainda está acordado? (O padre babando na gola)
-Âh? Ah,irmã. O que foi agora?
- É que eu ainda estou com frio. O senhor pode pegar outro cobertor para mim?
- Claro irmã, pois não! Mais uma vez o padre se levantou cheio de amor e boa vontade para atender o pedido da irmã.Outra hora se passou e mais uma vez a irmã chamou pelo padre.
- Padre. O senhor ainda está acordado? (O padre engasgando com o próprio ronco)
- Âh? Sim irmã, o que foi agora?
- É que eu não estou conseguindo dormir. Ainda estou com muito frio. Finalmente entendendo as intenções da irmã, o padre então falou:
- Irmã, só nós dois estamos aqui, certo?
- Certo!
- O que acontecer, ou deixar de acontecer aqui, só nós saberemos e mais ninguém, certo?
- Certo!
- Então tenho uma sugestão:
- Que tal se a gente fizer que nem marido e mulher?
- A freira então pula de alegria na cama e diz: - Sim! Sim! Vamos fazer que nem marido e mulher! Daí o padre muda o tom de voz e grita:
- ENTÃO, PÔRRA, LEVANTA VOCÊ E PEGA ESSA M*RDA DE COBERTOR, E VÊ SE NÃO ENCHE MAIS O MEU SACO P*RRA!
huauhauhau

0 cOmenTÁRIOS. Seja sem vergonha e comente!:

Postar um comentário

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t

Não poste SPAM e nem propagandas, caso queira fazer alguma critica que seja construtiva.